Nossa História

A Congregação de Nossa Senhora das Dores é brasileira, entretanto, tem suas raízes presas do outro lado dos mares. Seu nascimento aconteceu como um grão de pólen caído no coração de uma menina francesa, quando ela descobriu a fonte de sua vocação missionária, no dia de sua Primeira Eucaristia. Vários fatos vão acontecendo na vida de Sarah. No seu íntimo os acontecimentos conversam, questionam. Lá no fundo, vem a resposta… Vem brotando como flor madura de reflexão. Decide-se pelo Absoluto.

E a menina lionesa cresce… cresce! O pequeno grão de pólen cresce também. Ele se acorda e pode germinar a flor. Uma flor madura de ardor missionário!…

Depois de muito tempo, em 17 de abril de 1900, Sarah, então com 18 anos de idade, torna concreto o sonho missionário de sua infância, consagrando sua vida inteira ao Senhor, para se tornar a voz de um profeta, indo levar a mensagem que arde em seu coração, a qualquer parte deste mundo. Agora Sarah é Irmã Maria de Jesus, na Congregação de Notre Dame de Fourvière, situada em Lyon, a linda cidade que a viu nascer.

Na aurora do século XX, a França passou pelos dramas políticos de uma destruidora perseguição religiosa que expulsou as Irmãs educadoras de suas escolas em todo o país. A jovem Irmã Maria de Jesus, com o coração ardente de amor missionário, empregava todos os esforços, lutando para defender e sustentar a vida de sua Congregação.

Madre Maria de Jesus, talvez teria feito ao Senhor esta proposta: “Senhor, se for necessário, eu me ofereço para me exilar, afastando-me de minha bela e doce França, para transplantar nossa querida Congregação onde Vós me ordenardes de a conduzir.” Foi imenso o tempo de sofrimento e de resistência para continuar a vida da Congregação!… A Fé não vacilou.

“Quem sabe, faz a hora!”

A missionária convidou sua prima, Irmã Maria Miguel, para juntas deixarem sua Pátria em busca de outro país, onde pudessem recomeçar sua vida religiosa. Nos seus corações, a chama da Fé iluminava a audácia de correr o risco!…Eram grandes os desafios, grande a coragem, maior que tudo! E ela escolhe correr o risco, quer viver essa aventura, caminhando entregue ao amor que dá sentido à sua decisão, arriscando-se na esperança, vivendo a certeza da fé.

O Brasil foi a nova pátria indicada pelo Espírito à Irmã para tornar realidade seu sonho missionário. Em 1913, uma nova Congregação nascia, iluminada pela luz da Fé, sob o olhar amoroso de Deus e cuidada pelas mãos maternas de alguém que tinha um “Coração de Fogo e Vontade de Ferro”..

Nascia a Congregação das Religiosas Missionárias de Nossa Senhora das Dores, fundada por Madre Maria de Jesus e sua colaboradora, Madre Maria Miguel. A cidade mineira de Itabira foi o canteiro fértil que acolheu o pequeno grão de pólen trazido da França no coração da jovem lionesa. A casa-mãe da Congregação está lá, situada no alto da Rua Santana.

Na cidade de Santa Bárbara, em 1961, Madre Maria Miguel, “presença amiga” da Madre fundadora, terminou sua missão nesta terra, buscando vida plena na pátria do céu. Aos 31 de maio 1963, em Formosa, Goiás, fechou-se a última página de uma história de Fé e Coragem… É a história da missionária, Madre Maria de Jesus, que partiu deste mundo, retornando aos braços do Pai.

É preciso continuar a vida da Congregação! Hoje, o sonho de sua Fundadora está semeado, como o grão de pólen, no coração de suas filhas, na fidelidade e na Fé.

Madre Maria de Jesus, sua obra seja aqui como um “ramo bento” certamente santificado pela graça do Pai e renovado – sempre verde! Porém por mãos cuidadosas em protegerem a vida de sua Congregação!

Hoje, o sonho de amor missionário continua! A Congregação das Missionárias de Nossa Senhora das Dores vive o Tempo Novo, em que há espaço para a utopia e a luta em busca de transformação dos sonhos em realidade partilhada com o povo de Deus pelas estradas da vida.

Endereço

Rua Costa Senna, nº 1.050
Padre Eustáquio
Belo Horizonte - MG
CEP: 30720-350
Email: rmnsd@terra.com.br

Telefone

(31) 3464-0458

Facebook